Como resolver problemas com professor?

Você não aguenta mais seu professor chato de geometria, que parece um robô. E também seu professor de inglês, que não fala nada positivo para você.

Já se passaram várias semanas, e o professor de História ainda não sabe o nome de nenhum aluno negro.

Muitas de nós tivemos a grande sorte de aprender com professores incríveis, que ainda existem neste mundo. Mas, como tudo na vida, existem alguns profissionais da educação que não são tão incríveis assim. Não se esqueça de que, seja qual for o grupo de seu professor, você deve sempre estabelecer uma relação de respeito com ele.

Os professores têm o poder de aconselhar, recomendar, apoiar e também de desmotivar. Você pode escolher de que lado quer estar.

Por enquanto, procure se colocar no lugar do seu professor e imagine que você está na sala de aula. Pergunte-se: Quem você acharia mais agradável: os garotos que conversam o tempo todo e não prestam atenção, ou os que participam, fazem perguntas e interagem de maneira produtiva? A simples realidade é que os professores têm a responsabilidade de educar outras pessoas com os seus conhecimentos. Além de ter muita paciência e tentar controlar a sala de aula. É bom lembrar que eles não são psicólogos.

Se você já tentou se colocar no lugar dele, com certeza sabe que o professor mais dedicado e responsável não é um mágico que pode pegar um grupo de estudantes e colocar a informação dentro das suas cabeças num dia só. Isso leva tempo e dedicação; por isso, não o julgue mal.

Dicas para melhorar o relacionamento com seu professor 

Participe ativamente: Faça perguntas, pesquise sobre uma carreira profissional e pergunte a opinião dele, ou fale sobre o que vai fazer em sala de aula.

Procure o momento certo: Muitas pessoas se sentem mais relaxadas quando estão sozinhas do que na frente de uma sala cheia.

Pense e fale: Demonstre seu conhecimento e enriqueça suas respostas aproveitando as perguntas que o professor faz; mas sempre pense antes de falar.

A escrita como arma: Se você tem alguma coisa para dizer ao professor, mas está com medo, você pode escrever, por exemplo: “Gostaria de contar minha versão sobre o que aconteceu. O que aconteceu foi o seguinte…”, ou: “É difícil para mim entender algumas das suas explicações…” Faça de forma simples, com calma e responsabilidade. E sempre diga a verdade.

Melhore sua imagem: você sabe que a gente às vezes se deixa influenciar pela aparência dos professores; mas isso acontece também com os estudantes. Aqueles que se vestem de um jeito conservador em geral têm notas altas; enquanto os que se vestem de um jeito muito informal podem dar a impressão errada não somente ao professor, mas também ao resto das pessoas.

Peça ajuda: Fale com os colegas que se dão bem com o professor, pode ser que eles tenham alguma ideia boa.

Discuta com cuidado: evite brigas por causa de notas. Se fizer errado, pode ter problemas. É melhor conversar com o professor e expor seu ponto de vista.

Faça uma reunião com o diretor ou conselheiro da escola: Parte do trabalho deles é dar conselhos aos estudantes para resolver dificuldades com os professores.

Não exagere: Se quiser ser agradável com seu professor não exagere nos presentes. Nenhum agrado deve ser sem motivo. Os professores têm uma grande percepção para reconhecer as coisas falsas.

Se tudo isso não funcionar: Fale com seus pais e conte seus problemas, veja se eles podem conversar com o seu professor. Só faça isso se já tentou resolver o problema sozinha e não conseguiu. Pode ser complicado para um professor mudar sua agenda do dia para atender seus pais.

A verdade é que muitos professores podem ajudar; alguns são compreensivos e fazem o trabalho deles com muito carinho. Mas lembre-se que nem todos são inspiradores e carismáticos. Seu esforço para aprender só vai ter sucesso se você aprender a lidar com qualquer dificuldade que tenha com o professor. Boa sorte!

Kamila
Kamila

A Autora Sou Kamila, 33 anos, formada em Turismo e Técnico em Informática na ETEC. Conheci o mundo dos blogs em 2002. Na época os blogs eram mais para uso pessoal, quase um diário. Além de escrever, também era eu quem criava os layouts (mais conhecidos como templates) e toda a parte visual do blog, porém não achei sustentável continuar com um “diário” virtual. Sou apaixonada pelas cinco artes.

CINCO DAS ARTES

Seja Muito Bem Vindo(a) ao Blog Cinco das Artes! Um Local para falar, refletir, documentar, sugestionar e divulgar as 5 Principais Artes de Nossas Vidas: Música, Cinema, Teatro, Dança e Literatura! Fique a vontade em deixar seu Recado! Obrigada pela Visita e Volte Sempre!