Hint Book #130 *Amor de Puta

1.2.18


Olá, olá pessoal! Todos bem?!
A resenha de hoje é de um livro nacional, que recebi de cortesia há algum tempo atrás, Amor de Puta do Ricardo Daumas traz as indecisões humanas e como algumas coisas atípicas podem acontecer em nossas vidas. Bora saber o que achei desse livro?!


Ficha Técnica
Autor: Ricardo Daumas
Editora: Sensus
Lançamento: 2016
Páginas: 280
ISBN: 9788567087030
Compre: Amazon.

Sinopse: 'Amor de Puta' é uma história de amor. É uma metáfora de nossa vida, sempre motivada por interesses, em que estamos incessantemente procurando por amor, reconhecimento, razão de viver... é a história João, executivo carioca forçado, como muitos outros, a se mudar para São Paulo. Isso o faz perceber que jamais fora senhor de suas ações e, a partir daí, começa uma catarse pessoal tendo como elemento de provocação uma garota de programa, que põe seus valores de ponta cabeça. Apesar de toda a ousadia, é uma trama de questionamentos, com paixão e sensibilidade na busca de caminhos. João vive essa catarse, na tentativa de resgatar sua “criança interior”, há tanto oprimida pelos valores e dogmas da sociedade. Ele vive essa metáfora da maior relação de interesse da história da humanidade, onde se vende aquilo que se não deveria se entregar por negócio e que acaba se convertendo no amor mais puro, surpreendente e inesperado ao se deparar com a dedicação espontânea de alguém que lhe dá por carinho aquilo que aos outros vende... Viver essa história é um convite que exige coragem, todos os dias. Encontrar-se consigo, ou continuar jogando o jogo, os vários jogos da vida, no trabalho, na família, no relacionamento, onde quer que seja, até que a vida te ponha na frente de uma janela fria numa tarde de chuva em São Paulo, e não se tenha mais para onde voltar.



Opinião: João Maurício trabalha no setor de marketing de um banco, é carioca e casado com Lúcia. Foi transferido para o escritório de São Paulo e mudou-se, sozinho. Seu casamento está em crise e ele não parece muito entusiasmado em melhorar. Assim como quase tudo em sua vida, deixando que o destino decida por si só. Até ele conhecer sua mais nova vizinha, Celeste, e se encantar completamente por ela, mas antes de saber que ela é uma garota de programa. 

A narrativa é feita em primeira pessoa e sua maior parte de maneira reflexiva, ou seja, poucos diálogos, somente o personagem principal e seus pensamentos. Eu, particularmente, não estou acostumada com livros com essa narrativa, e apesar de não ter me sentido muito a vontade, não foi uma leitura cansativa. Em alguns momentos consegui me identificar com o protagonista em seus anseios. Como estar cansado de tudo e de todos, refletir sobre como é mais fácil deixar a vida nos levar sem realmente tomar decisões importantes, etc. Mas em outros momentos, fiquei um pouco "saturada" de tantas reflexões e nenhuma ação propriamente dita.

João sabe que seu casamento está por um fio, sempre deixou que Lúcia decidisse tudo e agora não faz um pingo de esforço para que as coisas se ajeitem ou que pelo menos se separem sem mágoas. E já com Celeste, ele parece estar tão cego, tão encantado, que se entrega sem nem pensar. Celeste é uma moça muito bonita, doce e gentil. Podemos enxergar nela o contraste com o mundo que escolheu viver. Sim, no caso dela foi uma escolha, e só por causa disso ela não tem direito ao amor?! Mas sua vida não permite um relacionamento normal. O que fazer então?!

Amor de Puta é um livro que nos faz refletir em nossas vidas e atitudes (acho que ando falando muito isso ultimamente sobre os livros e filmes que leio/assisto rsrsrs). A decisão do autor de fazer uma narração com pouquíssimos diálogos, pode funcionar para uns e não para outros. Senti um pouco de raiva do personagem pela sua falta de atitude com a vida, mesmo sendo intencional do autor, ou não. A relação entre João e Celeste não parece ser tão real, tão sincera. Parece ser mais um meio de fuga de João para com o resto de suas decisões. Assim como Celeste, que poderia ter sido mais trabalhada, mais aprofundada em sua história, acaba aparecendo como segundo plano, um sonho na vida real.

O tabu que poderíamos esperar, não é tão questionado ou aprofundado no livro, mesmo que não tenha sido esse o foco, se uma das intenções foi mostrar que o amor não tem barreiras, nem preconceito, creio que seria sim interessante, uma abordagem nesse sentido.

Vocês já conheciam o livro Amor de Puta?!
Deixem aqui seus comentários!!!

Até a Próxima!!
Beijos!!


LEIA TAMBÉM

0 comentários

Bem Vindos! Obrigada Pela Visita! Deixe Seu Recado Que Com Certeza É Muito Importante Para Mim! Volte Sempre!