Em Cena #64 * Skellig da Cia Simples

3.10.17


Olá, olá pessoal!! Todos bem?!
Estreou em Setembro em São Paulo, o mais novo espetáculo da Cia Simples, dirigido por Cristiane Paoli Quito: Skellig, da obra de David Almond. Desde 2012, a Cia busca colocar a literatura em cena e esse já é o terceiro espetáculo do grupo debruçado sobre a obra do autor britânico, um dos mais aclamados da literatura infanto-juvenil na contemporaneidade. Veja mais informações.



Nessa nova montagem, a diretora Quito reuniu os atores Daniela Duarte, Flavia Melman, Otávio Dantas, Natalia Mallo, Fabricio Licursi e Lucila Fazan para narrar as aventuras de Michael, um menino curioso e sensível, em seus encontros com um estranho ser alado que habita a garagem de sua casa nova. Em Skellig, a partir da junção da narrativa, do teatro e da dança, estão em cena referências poéticas e mitológicas que dão o tom de mistério e revelação, onde as aves e seus voos são metáforas para tratar de vida e morte, amizade e amadurecimento. 

A encenação da Cia Simples – que contém mistério, dor e humor – está calcada no jogo do ator, na narrativa como elemento fundamental da cena. Para tanto, estimula a imaginação da criança e a compreensão que ela pode ter da vida, sem subestimá-la. Os atores se revezam nos personagens, nas múltiplas possibilidades do corpo como instrumento principal, sem cenários realistas. Como se o palco estivesse ocupado por um livro e os espectadores fossem os leitores.

Sinopse do espetáculo: A narrativa de Almond apresenta, em Skellig, o menino Michael, de 10 anos, que está prestes a ganhar uma irmãzinha. Nascida antes do tempo e com necessidade de cuidados médicos, a bebê monopoliza o foco de atenção da família. É nesse cenário desolado, de esquecimento e abandono emocional, que o menino encontra em sua garagem uma criatura estranha, escondida em meio às caixas e à bagunça. Mas também é nesse período que ele ganha uma amiga, Mina, que diferente de Michael, não vai à escola – é educada em casa – e tem um interesse especial em pássaros, desenho e poemas. Juntos, passam a viver em torno do morador da garagem, procurando cura para suas supostas artrites ou doenças. Essa criatura, meio homem, meio pássaro, meio anjo e meio coruja revela aos garotos, no momento de sua partida, sua verdadeira identidade.

Ficha Técnica
Direção: Cristiane Paoli Quito
Assistente de Direção: Lucia Kakazu
Texto: David Almond
Cenário e Iluminação: Marisa Bentivegna
Figurino: Claudia Schapira
Cenotécnico: Marcos Veia
Operação de Luz: Henrique Andrade
Produção Executiva: Núcleo Corpo Rastreado

Serviço
Temporada: Até 29/Outubro/2017
Horários: Sábados, Domingos e Feriado (12 de outubro), às 12h
Local: Teatro do Sesc Pompeia
Endereço: R. Clélia, 93 – Pompeia
Duração: 60 min
Recomendação: Livre
Capacidade: 300 lugares
Ingressos: R$5 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes)
                   R$8,50 (usuário inscrito no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino)
                   R$17 (inteira)
                   Crianças até 12 anos não pagam

Até a Próxima!!
Beijos!!


LEIA TAMBÉM

0 comentários

Bem Vindos! Obrigada Pela Visita! Deixe Seu Recado Que Com Certeza É Muito Importante Para Mim! Volte Sempre!