Hint Movie #63 *14 Estações de Maria

16.1.15


Olá, olá pessoal!!
Todos bem??!
Ontem tive o prazer de finalmente conseguir ir a uma das cabines de imprensa da Europa Filmes, foi minha primeira cabine e estava bem ansiosa para saber como ia ser. O filme foi exibido no Espaço Itaú de Cinema no Shopping Frei Caneca, e apesar do gelo do ar condicionado, foi uma sessão agradável. Confiram qual foi minha impressão de 14 Estações de Maria, que estreia na semana que vem aqui no Brasil.



Ficha Técnica
Título Original: Kreuzweg (Stations of the Cross)
Diretor: Dietrich Brüggemann
Roteiro: Dietrich Brüggemann e Anna Brüggemann
Produção: Leif Alexis e Fabian Maubach
Duração: 107 min
Gênero: Drama
Estúdio: ARTE / Zweites Deutsches Fernsehen (ZDF) / UFA Fiction
Distribuidora: Europa Filmes
Edição: Vincent Assmann
Elenco: Lucie Aron, Moritz Knapp, Birge Schade, Florian Stetter, Lea van Acken, Franziska Weisz, Klaus Michael Kamp entre outros

Sinopse: Maria tem 14 anos de idade. Sua família faz parte de uma comunidade católica fundamentalista. Maria vive sua vida cotidiana no mundo moderno, ainda que seu coração pertença a Jesus. Ela quer segui-lo, tornar-se uma santa e ir para o Céu – assim como todas as crianças santas de quem ela sempre ouviu falar. Então Maria passa por 14 estações, assim como Jesus fez em seu caminho para o Gólgota, e atinge seu objetivo no final. Nem mesmo Christian, um menino que ela conhece na escola, pode impedi-la, mesmo que num outro mundo eles tenham se tornado amigos, ou até mesmo amantes. Deixando para trás uma família desfeita, ela encontra conforto na fé e se pergunta: "Todos esses acontecimentos eram mesmo inevitáveis?”.

Trailer

Opinião: O filme foi feito em cenas de 15 minutos, mostrando o cotidiano de Maria em 14 estágios como se fossem as 14 Estações da Via Crúcis, que ilustram o caminho trilhado por Jesus, desde da proclamação da sua sentença de morte até seu sepultamento. Maria e sua família fazem parte da congregação da fictícia Sociedade de São Paulo, comparável à real Fraternidade Societal de Pio X, a qual rejeita todas as reformas que foram feitas pela Igreja desde os anos 60 e propaga uma fé muito rigorosa.

Maria, assim como algumas outras crianças, está preparando-se para a Crisma e frequentando as aulas com o Padre Weber, onde aprendem que devem lutar em favor da fé e sacrificar-se pelo amor a Deus. Inspirada pelas histórias das crianças santas, a quem Deus chama ainda muito jovens, Maria quer ser como elas e sacrificar sua vida pelo bem maior, e em troca disso conseguir a cura de seu irmão menor, Johannes, que apesar de já ter 4 anos, ainda não fala nem uma palavra.

14 Estações de Maria é um filme de uma linha só, mostrando um pouco do cotidiano de Maria e a sua luta entre seguir o caminho do sacrifício e seguir uma vida como qualquer adolescente normal. Sua mãe é bem rígida e controladora. Já o pai, mal parece ter algum papel na família, e talvez prefira ser assim, por causa do temperamento da mãe. Bernadette, a babá, é a única pessoa em quem Maria confia.

Esse é um tipo de filme para ser assistido por quem gosta do gênero, está no clima ou com a cabeça aberta para tal "obsessão" pela fé, ou todas essas opções juntas. Apesar da linha única e aparentemente calma que segue o filme, há alguns momentos de tensão. É compreensível a vontade de Maria de seguir sua fé em Deus, querer a cura de seu irmão e lutar contra as coisas fúteis da vida. Acho que o filme não quer passar a mensagem de fanatismo, para que as pessoas sejam assim, mas sim de que é necessário ter uma fé, comedida e verdadeira. E também para termos consciência de que situações como essa acontecem ainda nos dias de hoje. Particularmente, eu acho que estamos nesse planeta para aprendermos a amar uns aos outros e claro que devemos trabalhar, nos divertirmos, amar, etc ... mas tudo que é em exagero é ruim, até a fé.

Foi a primeira vez que assisti um filme com o áudio original em alemão, no começo é um pouco estranho, mas com o tempo, acostuma-se. A única coisa que me incomodou foi a passagem de uma "estação" para outra, que são tela pretas com o nome de cada passagem de Cristo. Essa tela preta deixa qualquer visão meio desnorteada. E na última cena (fiquem sossegados que não é um spoiler rsrs), não sei ao certo dizer se foi um incomodo ou que sentimento, enfim, na cena final, a câmera que está mostrando o local do ângulo normal, começa a subir e de repente parece que você está naquele cinema onde as cadeiras movem junto com a ação, e dá a impressão de que você vai cair .... fiquei surpresa com essa sensação.

As atuações são boas, em comparação com um filme alemão que tinha assistido na Espanha, esse com certeza superou minhas expectativas. É um tema difícil de ser abordado, não tem nenhum efeito super mega hiper especial que estamos acostumados, como em Hollywood, percebe-se a não aproximação da família, não muito pela religião, mas pela cultura deles de serem menos afetivos, não que eles não sejam. Como por exemplo, o garoto que Maria conhece na biblioteca, Christian, é nítido e fofo o interesse dele por ela, mas a vontade de Maria de ser fiel a Deus é maior.

Bom, não vou fazer uma "bíblia" comentando sobre o filme ... vão assistir!!! Hehehehehehe



Até a Próxima!!
Beijos!!




LEIA TAMBÉM

0 comentários

>> Bem Vindos! Obrigada Pela Visita! Deixe Seu Recado Que Com Certeza É Muito Importante Para Mim! Volte Sempre!

Mais Lidos

CONTATOS/ANUNCIE

Dúvidas, sugestões, críticas, elogios e outros assuntos: Entre em contato através do formulário na aba Contato

Caso você queira anunciar seu site, produto ou serviço, peça o Media Kit do Cinco das Artes pelo email 5dasartes@gmail.com

ONDE COMPRAR

Seleção de Livros! Clique e confira.

PUBLICIDADE


Tecnologia do Blogger.