Hint Book #65 *Crescendo

21.8.13

Olá, leitores!

Na semana retrasada, eu postei para vocês a minha primeira resenha aqui no Cinco das Artes, do livro Sussurro, da Série Hush, Hush. Nela deixei uma pequena parcela da minha opinião com relação ao segundo livro da série que, infelizmente, não foi nada positiva. Mas, antes de qualquer coisa, peço àqueles que ainda não leram o primeiro livro, para pular esta resenha já que spoilers podem ser encontrados ao longo da leitura. Enfim, vamos esclarecer de uma vez por todas o porque da minha decepção com Crescendo.


Ficha Técnica
Título Original: Crescendo
2° Livro da Série: Hush, Hush
Autora: Becca Fitzpatrick
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Gênero: Ficção/Romance
ISBN: 9788580570090
Skoob.
Goodreads.
Primeiro Capítulo.
Compre: Saraiva, Livraria Cultura, SubmarinoFNACTravessaLivraria da Folha.

Sinopse: Nora deveria saber que sua vida estava longe de ser perfeita. Apesar de começar uma relação com seu anjo da guarda, Patch (quem, título à parte, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical), e sobreviver a um atentado a sua vida, as coisas não parecem melhorar. Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é para o seu próprio bem ou se o seu interesse voltou-se para sua arqui-inimiga, Marcie Millar. Sem contar que Nora é assombrada por imagens de seu pai e ela fica obcecada querendo descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite em que ele partiu para Portland e nunca voltou para casa. Quanto mais Nora se aprofunda no mistério da morte de seu pai, mais ela começa a se perguntar se sua ascendência nefilim tem algo a ver com isso, assim como o por quê de ela estar em perigo com mais freqüência do que as garotas normais. Já que Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar atrapalhando, ela tem que começar a procurar as respostas por si só. Confiar demais no fato de que ela tem um anjo da guarda põe Nora em perigo de novo e de novo. Mas ela pode mesmo contar com Patch ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que ela pode imaginar?


Opinião: O segundo livro da série Hush, Hush, que conta a estória de anjos caídos e nefilins, prova o quanto Sussurro, o primeiro livro da série, é superior em diversos aspectos.

Crescendo foi lançado um ano após o lançamento de Sussurro, e apesar do curto intervalo de tempo dos lançamentos, a expectativa dos fãs da série era muito positiva. No entanto, Becca Fitzpatrick trouxe um segundo livro cheio de elementos previsíveis, com uma protagonista ''indefinida''. Como adiantei na resenha anterior, Crescendo me decepcionou e ao contrário do primeiro, o desenvolvimento e a rapidez na leitura não exitem mais.

A trama permanece na mesma linha do primeiro livro, porém novos personagens são inseridos na estória, como a arqui-inimiga de Nora, Marcie Millar, e seu amigo de infância, Scott Parnell. Ambos são personagens chaves da estória, porém, nada agradáveis.

Após passar quase o primeiro livro inteiro apenas como amigos, Nora e Patch agora estão namorando, mas não se empolgue. Esse romance não vai durar muito. Mais uma vez, Becca opta pelo romance ''neutro'' e conturbado para compor a sua trama, deixando Patch de lado em boa parte do livro.

No começo, Nora está completamente envolvida com Patch e ''oficialmente'' namorando seu anjo da guarda. ''Namorando seu anjo da guarda...'', isso me soa tão estranho! Enfim, envolvida demais com os encantos de Patch, ela decide expressar seus sentimentos através de três palavrinhas difíceis de serem ditas e ouvidas: ''Eu te amo''. Para surpresa de Nora, Patch não retribui e rejeita completamente suas palavras. E a partir dessa rejeição, tudo que até então estava caminhando maravilhosamente bem, muda de uma hora para outra e Nora se vê inconsolável pela rejeição, mas decide pedir uma explicação para Patch.

Para surpresa de todos, a causadora dessa rejeição é nada mais, nada menos do que a insuportável Marcie Millar, inimiga de Nora desde a infância. Becca introduziu Marcie no primeiro livro de forma irrelevante, tanto que eu jamais imaginei que ela estaria presente no segundo livro. Ela é aquele tipo de personagem difícil de engolir, e posso garantir, se você conseguir aguentá-la o livro inteiro, onde o cinismo patético compõem as suas falas, parabéns você será um vencedor! Infelizmente, Becca resolveu coloca-lá como peça chave da estória, então seguimos em frente.

Diante de toda reviravolta no seu relacionamento com Patch, Nora reencontra Scott Parnell, um amigo da família que retorna à cidade com sua mãe. Scott esconde um segredo que afetará por completo o futuro de Nora. Ele vive entre a mentira e a verdade. Além disso, a morte do pai de Nora vem a tona neste segundo livro, e finalmente será revelado quem de fato o matou e a sua ligação com os nefilins.

Mais do qualquer coisa, Crescendo é um livro onde a protagonista parece estar em um jogo em que a sua vida é o prêmio final. Peças do quebra- cabeça distribuídas em Sussurro precisam ser montadas na mente de Nora, mas até que tudo isso aconteça, o livro já chegou ao fim.

A narrativa de Becca permanece simples, porém, em excesso. Enquanto Sussurro manteve uma linha aceitável de simplicidade, Crescendo ultrapassou esse limite e chegou até uma narrativa adolescente desnecessária. De fato, isso é muito negativo já que ela provou que pode sim construir um livro cheio de suspense para o público jovem mantendo essa linha de fácil entendimento na sua narrativa.

Mais uma vez, vou ressaltar algo positivo em Becca, que é a sua capacidade de construir mistérios. Porém, tudo se torna muito fechado em Crescendo, eu não diria que as coisas não acontecem, muito pelo contrário, acontecem e muito, reviravoltas e mais reviravoltas, mas ela segura demais a revelação de algo importante para a trama. Nada é de fato revelado até as vinte páginas finais. De certa forma, isso deixou a narrativa cansativa e repetitiva. São 288 páginas, cheias de acontecimentos que se desenvolvem, porém nada é revelado no tempo certo.

A diagramação do livro permanece a mesma, a Editora Intrínseca manteve a capa preta e branca, áspera e metalizada. Mas, não sei dizer se tem haver exclusivamente com o meu exemplar, mas a capa de Crescendo é menos texturizada, ou seja, menos áspera do que as outras capas da série. A letra é muito pequena dificultando bastante a leitura

Em suma, Crescendo é aquele típico segundo livro de saga, que dificilmente supera o primeiro. Apesar disso, não vou desistir dos outros dois livros e espero que Silêncio faça jus as qualidades de Becca.

Confira abaixo todos os livros da série e aguardem a próximas resenhas:

Série ''Hush, Hush''
:: Sussurro (Hush, Hush) - 2009
:: Crescendo (Crescendo) - 2010
:: Silêncio (Silence) - 2011
:: Finale (Finale) - 2012

Já leram algum livro da série ou todos? O que vocês acharam? Conte - me!

Até as próximas resenhas, leitores!


LEIA TAMBÉM

1 comentários

  1. Maria Silvana ♪♫♪♫♫♪24/8/13 20:58

    Oieeee =)
    Ainda não li nenhum livro dessa série, apesar de ter o primeiro, estou esperando uma ótima promoção para comprar todos.
    Beiscões
    http://cantinhodamahxd.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

>> Bem Vindos! Obrigada Pela Visita! Deixe Seu Recado Que Com Certeza É Muito Importante Para Mim! Volte Sempre!