Em Cena #28 *Dança

30.10.12


Está em cartaz no Theatro Municipal do RJ o Ballet Coppélia, mantendo o sucesso desde sua primeira apresentação em 1870 na Ópera de Paris. Baseado no conto Der Sandmann (O homem de areia) de Ernest Hoffman, de 1815, o ballet foi coreografado originalmente por Arthur Saint-León, que também assinou o libreto com Charles Nuitter. Foi o primeiro grande ballet clássico a incluir danças folclóricas como mazurcas, polcas e czardas, escolhidas por Delibes, (autor da partitura) para dar mais realismo à obra.


Sinopse do espetáculo:
Dividido em três atos, o ballet se passa na aldeia da Cracóvia, na Polônia, onde vive a jovem e bela Swanilda e seu noivo, Franz. Este, no entanto, não consegue disfarçar o interesse por uma misteriosa jovem que avista com frequência no balcão da casa do Dr. Coppélius, velho artesão, misterioso e extravagante. Enciumada, Swanilda decide ir com suas amigas até a casa do artesão, aproveitando-se de um descuido do pobre homem, que deixa sua chave cair na praça, durante uma festa. Sem saber dos planos de sua noiva, Franz aproveita para ir também à casa do artesão. As moças descobrem que a tal jovem que atraíra Franz não passa de uma boneca mecânica, como os muitos brinquedos feitos pelo Dr. Coppélius.




Ao ouvirem passos, todas conseguem fugir menos Swanilda, que para se safar, veste as roupas da boneca e assume seu lugar. Franz a vê e a corteja. Quando vê a cena, Coppélius resolve aproveitar a ocasião para usar seus conhecimentos de magia para passar a alma Franz para a boneca, por meio de uma forte poção que oferece ao rapaz. Swanilda entra na brincadeira e começa a se mexer, como se as intenções do velho tivessem dado certo. Senil, ele acredita ter dado vida à boneca. Preocupada com o estado de Franz, a moça resolve levá-lo dali, revelando sua identidade ao artesão e derrubando todos os brinquedos. Recuperado da embriaguez causada pela poção, Franz percebe como foi tolo e pede perdão à Swanilda. Na festa de casamento dos dois, surge o Dr. Coppélius, arrasado pelo prejuízo dos brinquedos quebrados. Com pena do solitário homem, o casal lhe dá o dote de casamento como indenização e todos na aldeia festejam.

Ficha Técnica
Coppélia
Ballet e Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Música: Léo Delibes
Coreografia: Enrique Martinez
Libreto: Charles Nuitter, inspirado no conto Der Sandmann, de Ernest Hoffman
Direção Artística: Dalal Achcar
Cenários e figurinos: José Varona
Direção Artística do BTM: Hélio Bejani
Regência: Jésus Figueiredo
Solistas:
Márcia Jaqueline e Cícero Gomes – 04/11
Cláudia Mota e Denis Vieira – 01 e 07/11
Karina Dias e Filipe Moreira – 03 e 06/11

Serviço:
Temporada: Até 07/Novembro
Horários: 04/11 às 16h, 01, 06 e 07/11 às 20h, 03 às 20h30
Local: Theatro Municipal do RJ - Praça Floriano s/n° – Centro
Preços: Frisas e Camarotes – R$504
                 Plateia e Balcão Nobre – R$84
                 Balcão superior – R$50
                 Galeria – R$25
Classificação etária: Livre
Duração: 2h30 (com dois intervalos)
Os ingressos podem ser comprados pelo Site Ingresso.Com.



Fonte: Midiorama.




E não esqueçam de participar do Sorteio Mulheres, Somos Especiais que vai até dia 20 de Novembro ... é só clicar no banner abaixo :)













LEIA TAMBÉM

0 comentários

>> Bem Vindos! Obrigada Pela Visita! Deixe Seu Recado Que Com Certeza É Muito Importante Para Mim! Volte Sempre!