Resenha & Entrevistando #3 *Gustavo Reiz

3.11.10

Oie Pessoal!
Tudo bem???
Como passaram de feriado?!
Por aqui o tempo estava muito gostoso, mas eu tive que trabalhar .... e ainda quando cheguei em casa fui quase atacada por 3 cachorros (que por sinal eram do vizinho) .... foi horrível, todo mundo me pergunta pq eu tenho medo de cachorros ... está aí a resposta ... e olha que eu tenho uma que acabamos de adotar, estou me acostumando ... mas esse susto de ontem ... foi cruel! :S
Mas já passou né!!
Hoje trouxe pra vocês uma Dica de Livro e uma Entrevista com o Autor desse livro :)
Curiosos pra saber mais??!!



A Dica de Livro de Hoje é Bate Coração!

Ficha Técnica
Título: Bate Coração
Autor: Gustavo Reiz
Editora: Rocco
Lançamento: 2006
Páginas: 232
Formato: 14x21
Gênero: Infanto-juvenil
ISBN: 8532519172

Sinopse
Não dava para tirar os olhos dela, de tão bonita que a moça era. Em seu primeiro dia na escola nova, André ficou sem saber o que fazer e o que dizer também. De nada adiantaria uma simples apresentação. Que atitude tomar, então, para parecer menos idiota? Ah, isso ele não sabia. A partir daquele instante, uma das poucas coisas que conseguia lembrar era que, dentro dele, alguma coisa tinha mudado. mas a moça, ela se chamava Luana, namorava o Paulão, o valentão da escola. E se ele quisesse se ver livre de encrenca era melhor manter uma certa distância da dupla. Mas a paixão e a coerência nunca podem ser convidadas para a mesma festa. E veio a mudança, a viagem inesperada, a dor da separação, da distância, muitas lágrimas, abraços emocionados, promessas de cartas, bilhetes, telefonemas. Para André e seus amigos aquela reviravlta era um desastre de proporções assustadoras. O tempo, entretanto, saberia colocar outra vez no lugar as peças do jogo. E surpreenderia como sempre estava acostumado a fazer.

Opinião
Começando pela capa do livro, muito bem feita por Axel Sande, com uma textura diferente, meio plastificada, com uma sensação de desenhado a mão.
Uma história de amor de adolescentes. O autor nos traz a cada página a nossa imaginação, com cada detalhe bem feito na narração.
Uma leitura dinâmica, com muito bom humor e emocionante, que faz a gente se colocar no lugar do personagem, nos sentir adolescentes novamente e embarcar nessa viagem.

"Ao passar pelo primeiro banquinho, se sentiu um ET, pois todos o olhavam como se assim o fosse. Pelo segundo banquinho, um ET completo, não só olhavam como comentavam aquela estranha presença. Pelo terceiro, o Senhor dos ETs, e já começava acreditar que sua figura era realmente esquisitíssima. Chegando ao quarto e último banquinho, a expectativa: estava lotado de meninas, com seus materiais coloridos e uma produção visual não tão comum para uma escola. Eram lindas! Tambores rufavam em sua cabeça, era a última missão do Senhor dos ETs... Tudo pareceu ficar em câmera lenta e cada passo contribuía para aumentar o nervosismo. Ele respirou fundo e seguiu seu caminho. Coragem, garoto! Elas pararam de conversar e se voltaram para ele, com aqueles olhares femininos de raios X, analisando minuciosamente tudo em questão de segundos... Até que suas expressês se transformaram em sorrisos e cochichos, fazendo com que ele se sentisse agora o Senhor dos ETs Bonitinhos... O ego agradeceu imensamente, ele ganhou um novo fôlego para completar a díficil travessia. Súbito, uma estridente e conhecida voz dominou o ambiente, abafando qualquer outro ruído que pudesse existir."

Diga quem não viveu por uma cena parecida?!
Li o livro 3 vezes, apesar de tê-lo desde o ano de lançamento e tenho uma grande feição pelo autor e pela história.
O Gustavo escreveu Bate Coração de uma maneira bem simples, com toda da linguagem jovem que faz com que a leitura seja leve e nos faz querer saber o resultado da aventura e ao chegar no final temos uma revelação super legal.
Pra quem leu já sabe ... pra quem não leu, corre ler pq vale a pena :)
Ele detalha muito bem cada personagem, cada lugar, cada acontecimento, a personalidade de cada personagem é bem real e nos faz gostar de cada um com seu jeito adolescente de ser.
O despetar de paixões na escola, novas amizades, disputa de popularidade ... coisas que fazem ou fizeram parte da nossa realidade. São os momentos aprofundados no dia-a-dia desses adolescentes apresentados no livro.

Tem que ler pra entender e viver a emoção!! :)
E que tal conhecer um pouco o Gustavo?
E para isso, nada melhor do que uma entrevista com o autor não é?! :)
Apresento-lhes então ...

Gustavo Reiz!
*Quem é Gustavo Reiz?
Pequena biografia: Natural da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, Gustavo Reiz é ator, dramaturgo e autor-roteirista. Seu primeiro livro, “Bate Coração”, começou a ser escrito quando tinha 13 anos e foi publicado em 2006, pela editora Rocco. Pela mesma editora, lançou “Confidências, confusões e... garotas” (2007) e “Sonhos de umas férias de verão” (2009). Seu segundo livro, “Confidências, confusões e... garotas!, foi selecionado pelo MEC no PNBE 2009 (Programa Nacional Biblioteca na Escola). Com 28 anos, Gustavo Reiz é um dos mais novos autores da TV brasileira. Contratado desde 2007 pela Rede Record, é autor da minissérie “Sansão e Dalila”, que será exibida em janeiro de 2011. Foi colaborador da autora Ana Maria Moretzsohn em “Luz do Sol” e com ela também assina o roteiro do filme “Bonita Luz e o sumiço do anjo barroco”, em fase de pré-produção. Sua estréia como novelista foi em 2005, aos 23 anos, quando fez parte da equipe de roteiristas da novela “Os Ricos também choram”, do SBT, em 2005, trabalhando com autores como Doc Comparato, Marcos Lazarini e Aimar Labaki. No teatro, começou a carreira como ator, aos onze anos. Participou de mais de vinte montagens teatrais e trabalhou com nomes como Domingos Oliveira, Maria Clara Machado e Cacá Mourthé (no grupo O Tablado). Aos dezoito anos, produziu o primeiro espetáculo profissional de sua autoria. O texto teatral que deu origem ao livro “Confidências, confusões e...garotas!” teve duas montagens de sucesso, com turnês pelo país, e será novamente encenado em 2011, com a direção de Leandro Neri.

*Como e pq você começou a escrever?
Comecei no teatro, escrevendo peças para o grupo que eu participava na escola. Sempre gostei de ler e desde novo gostava de acompanhar histórias, por revistas em quadrinhos, cinema etc. Escrevi a minha primeira peça com doze anos, junto com a minha irmã. Foi nessa época que também comecei a escrever o livro que mais tarde se chamaria “Bate Coração”.

*De onde vem sua inspiração para escrever?
Do cotidiano. Das situações engraçadas, daqueles momentos em que gostaríamos que ficassem eternizados, daquelas situações que nos tocam de alguma forma. Por isso gosto de escrever livros sobre adolescência, que é uma fase tão rica em sentimentos e sensações.

*Você imaginava esse sucesso todo?
Autor é, obrigatoriamente, um bicho imaginativo. Então quando escrevemos pensamos que o livro esgotará em poucas semanas, que serão aqueles lançamentos bombásticos, que surgirão milhares de leitores e por aí vamos. Mas a vida real insiste em ser um pouco mais chata e as coisas não são tão simples assim. O trabalho de cativar o leitor requer tempo e dedicação. Ainda estou nessa fase, mas fico muito feliz quando percebo que há um certo público que já acompanha meu trabalho, que me escreve perguntando sobre novas publicações etc. Isso só motiva e faz com que eu me esforce cada vez mais para corresponder às expectativas desses leitores.

*Você acha que a literatura hoje é mais valorizada no Brasil entre os jovens? Pq?
Acho que hoje existem mais publicações para os jovens – de todos os gêneros e para todos os gostos, mas não significa que a literatura é mais valorizada. Não concordo com aqueles que dizem que adolescente não lê, mas fato é que ainda existe resistência por parte de muitos. É uma pena, não sabem o que estão perdendo! Um bom livro pode trazer ótimos momentos ao leitor. O importante é começar! Tenho quatro livros ótimos para indicar…

*O que você acha desse "boom" de Blogs Literários?!
Acho ótimo. Quanto mais, melhor! A internet é uma ótima ferramenta para divulgar textos, conhecer novas publicações, trocar idéias, fazer pesquisas, conhecer novos autores etc.

*Quantos e quais livros você já escreveu?
Tenho quatro livros publicados e alguns não terminados. Em ordem de publicação: “Bate Coração”, “Confidências, confusões e…garotas!”, “Sonhos de umas férias de verão” e “Confidências, confusões e…mais garotas!” ( que estará nas livrarias à partir de outubro).

*Quem faz as capas de seus livros?
É a editora (Rocco) quem cuida – muito bem! - dessa parte. Mas a capa do primeiro foi feita pelo Axel Sande (Gabinete das Artes) e as outras foram feitas pelo Marcelo Martinez (Laboratório Secreto).

*Que tipo de livros você gosta de ler?
Leio de tudo um pouco. Mas gosto de livros que me tragam bons momentos. Que me façam rir, que causem alguma emoção, que me surpreenda a cada capítulo. E é exatamente o que tento fazer quando escrevo.

*Quais tipos de artes, além da literatura, você inclui em sua vida?
Vim do teatro e não consigo ficar muito tempo longe dele. O cinema e a TV também fazem parte do meu cotidiano.

*Você também escreve roteiros para TV e Teatro, conte-nos como surgiu essa "parceria"?
Estava em turnê com uma peça quando surgiu o convite para fazer um curso de roteiro no SBT, em 2005. Desse curso, ingressei na teledramaturgia e fiz minha primeira novela, colaborando com o Marcos Lazarini em “Os Ricos também choram”. Depois fui para Record, onde estou até hoje. Colaborei com a Ana Maria Moretzsohn em “Luz do Sol” e agora me preparo para estrear a primeira minissérie de minha autoria, “Sansão e Dalila”, já em fase de gravação e com estréia prevista para janeiro de 2011. Quem gosta dos meus livros, certamente gostará da minissérie. Tem bastante ação, romance, humor, todos os elementos que costumo usar em minhas histórias.

*Como é sua relação com as suas leitoras?
A melhor possível! Afinal, depois que os livros ganham as prateleiras a história passa a pertencer aos leitores. São eles que cuidarão daqueles personagens que convivi por tanto tempo, enquanto escrevia. E é muito gratificante quando percebo o carinho que os leitores têm pelas histórias, pelos personagens e, por consequência, por este autor! Sempre que posso vou à feira de livros, dou palestras em escolas, respondo os emails e mensagens que recebo por twitter, orkut. Essa troca é fundamental!

*Você acha que os Escritores/Autores Brasileiros são valorizados pelas Editoras no País?
Sem dúvida os livros estrangeiros vêm com uma mídia muito grande e as editoras precisam ter retorno dos altos investimentos. Muitas vezes preferem trazer para o Brasil algo que já é sucesso do que produzirem seus próprios fenômenos editoriais. Não deveria ser assim. Mas é e isso não é motivo para o autor cruzar os braços e perder tempo reclamando dessa realidade. Não basta escrever, tem que ir à luta, divulgar o próprio livro, chamar a atenção dos leitores. É o que eu procuro fazer. E ser valorizado pelos leitores não tem preço.

Quero agradecer o Gustavo por ter respondido essa entrevista para o Blog, dizer que você é sempre bem vindo aqui Gu! .... Obrigada de coração!!

Mais do Gustavo: Site Oficial / Blog / Twitter
E aí o que vocês acharam??!!!
Comentem!!! :)
A participação de vocês é muito bem vinda!!
Super beijos
Até amanhã!!

E Não Esqueçam do Sorteio do Livro Cem Toques Cravados ... VEJA AQUI ...



LEIA TAMBÉM

2 comentários

  1. aaah, que bela entrevista com o Gustavo *-*
    Eu conheço o Gus a pouquíssimo tempo (1 ano) mas já sou fã dele e de seu trabalho... O admiro muito e com certeza vou continuar com ele, acompanhando todos os lançamentos e novidades *-*
    Parabéns Gus e muito sucesso sempre!

    ResponderExcluir

>> Bem Vindos! Obrigada Pela Visita! Deixe Seu Recado Que Com Certeza É Muito Importante Para Mim! Volte Sempre!